Roupa não é descartável

Há cerca de dois meses atrás vários portais noticiaram que Obama passou 8 anos usando o mesmo smoking nas cerimônias oficiais da Casa Branca. Não da pra negar que isso nos surpreende, não é mesmo? Até porque ele foi presidente e tinha como comprar ou ganhar muitos trajes. Mas, se um já era o suficiente para estar elegante em várias ocasiões ele não achou necessário ter outros, afinal de contas, roupa não é descartável.

Não sei dizer quem começou com essa ideia de que a gente tem que evitar repetir roupas, como se usar novamente alguma coisa que você gostou fosse “deselegante”. Não faz sentido. Todo mundo tem suas peças prediletas, e a melhor parte de repetir looks que já usamos antes, é a certeza de que gostamos do resultado final. 

NÃO repetir looks implicaria em ter um closet  gigantesco, cheio de peças usadas apenas uma vez, ou seja, não tem nada a ver com estilo. Manter um acervo enorme de roupas pode ser legal nos filmes ou nas fotos de Pinterest, mas na vida real pode não ser tão bom. Quanto mais peças você tiver, mais difícil vai ser manter a organização, mais tempo você vai levar para escolher o que vai vestir, mais dinheiro você vai gastar de forma descontrolada e mais lixo você vai produzir para o planeta. Um total de “ZERO vantagens”.

Não deveríamos ter vergonha de repetir roupa. Aliás, a gente deveria se orgulhar! Afinal de contas, repetir roupa é ser criativo, é despertar o seu olhar para a moda sabendo usar várias possibilidades, é diminuir o consumo e por consequência minimizar os impactos que o processo de produção ou simplesmente o descarte de uma peça pode ocasionar. Não se sinta menos estiloso porque está usando a mesma brusinha de novo e não comprou aquela calça “super trend”  da estação (que você não usaria).

É incrível como um colar, uma bolsa ou um cinto podem transformar completamente uma composição. Ter estilo é perceber isso e fazer mágica com o que você tem! Repete look SIM! Repete mais que tá pouco! Até porque, sabão, amaciante e alvejante estão aí pra isso! Então me deixa repetir minha brusinha, poxa vida!!rs

DICAS BÔNUS: A moda é cíclica, existem pecas que conseguimos manter no guarda roupa por um bom tempo, porém, com tanta fast fashion hoje em dia percebemos que a qualidade nem sempre nos proporciona peças duráveis, por isso é importante avaliar alguns fatores no momento da compra. Se você quer repetir seus looks durante anos, vale a pena investir em peças de qualidade, de cores e modelos básicos ou atemporais para mesclar com outras peças mais tendenciosas. Na hora da compra não esqueça de olhar as costuras (se for loja física), assim como a composição. Ter cuidado na hora de lavar e passar também fará toda a diferença na durabilidade de qualquer produto. Assim, você conserva suas peças novinhas por mais tempo e fica mais fácil repeti-las naturalmente. Um outro ponto importante é que quando usamos determinadas peças e depois elas passam a não fazer mais sentido no nosso guarda roupa é legal que a gente tenha responsabilidade de tornar a vida útil dessas peças um pouquinho maior, através de bazares, doações ou até mesmo reaproveitando roupas. 

As vezes temos uma peça bem no fundinho do guarda roupa, esquecida e que quase não usamos…Minha dica é: Se reinvente! Você não precisa de uma roupa nova. As vezes é só uma questão de olhar bem pra o que você tem e inovar!

Que a criatividade aflore em nós!

ornament

2 comentários
24 curtidas
Prev post: Sonhar X AgirNext post: Mom Jeans: a modelagem do momento

Comentários

  • Hanna Debbron

    setembro 17, 2017 at 21:32
    Reply

    É smp ótimo e importante nós estarmos discutindo a respeito do consumo consciente. Até porque, esquecemos completamente todo o processo que leva para determinada peça […] Leia maisÉ smp ótimo e importante nós estarmos discutindo a respeito do consumo consciente. Até porque, esquecemos completamente todo o processo que leva para determinada peça de roupa ser produzida e as pessoas envolvidas nessa criação, e simplesmente fechamos os olhos para o malefício que estamos contribuído para o nosso próprio mundo. Gostei do post, parabéns! Read Less

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sou Thaise Menolli, 29 anos, casada, biomédica por formação, mas sempre sonhei em estudar e trabalhar com moda Leia mais

Posts Recentes
Fique por dentro